Follow by Email

quinta-feira, 30 de junho de 2011

MOVIMENTO DOS TRABALHADORES DO SISTEMA SOCIOEDUCATIVO DO ESTADO DA BAHIA

A função do Socioeducador é ser agente de transformação. Cabe a ele, auxiliar na organização dos desejos e necessidades da população com a qual trabalha. Ele se constitui como referência para a comunidade, participando da estruturação do movimento popular a partir do seu trabalho com  crianças e adolescentes. Sua função não se restringe ao trabalho com os grupos, mas amplia-se para as famílias e a comunidade em geral.
O Socioeducador é quem convive diretamente com a real situação nacional de crianças e adolescentes, que crescem e desenvolvem-se nas ruas e dão seguimento a este grave problema de ordem pública, formando outras famílias que passarão pelas mesmas dificuldades.
Os  Socioeducadores são capazes de deixar legados, de fazê-los refletir sobre o caminho certo a seguir, de incentivar a transformar suas vidas, promover cidadania, aumentar sua autoestima, e principalmente acompanhá-los na travessia da marginalidade à reintegração social.
Estamos sempre atuando com adolescentes e crianças, independentemente do sexo, religião, estado físico ou mental.
Ser um Socioeducador não é uma função apenas, é muito mais que isso! Passa a ser um dom, um ministério, uma missão que é exercida 24h por dia, pois está no coração, na generosidade e na troca vivenciada diariamente.
Por fim, o Socioeducador é um mediador comprometido com a formação integral destas pessoas e com sua interação e reintegração com a família e a sociedade.
Não nascemos Socioeducadores, aprendemos e adquirimos qualidades para o desenvolvimento de nosso trabalho, todos os dias, com essa população que atendemos, acolhemos, confortamos e animamos, mas que infelizmente cada vez cresce mais.



Texto elaborado por Robson Ricardo 

COLABORADORES DO MOVIMENTO:

SAMUEL NONATO

JAQUELINE MACHADO

LUDMILlA LACERDA

CTB ( Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil )

Nenhum comentário:

Postar um comentário